13.7.15

Colabore e ajude a melhorar a saúde de todos

Olá a todos que virem esta postagem! Quem conhece meu blog há bastante tempo sabe que eu venho de uma família pobre, e por isso enfrentei vários problemas, assim como vários outros de origem humilde. Por isso, devotei meses de trabalho para contribuir de alguma forma com as crianças de minha comunidade e todas que puder alcançar. Criei um vídeo com relatos de vários dentistas, ensinando como escovar dentes e realizar uma higiene dental mais correta e eficiente. Meus recursos mal tem dado para me sustentar, mas vou dar o máximo de mim para fazer que esse vídeo chegue ao maior número de crianças possíveis. Para conseguir fazer o vídeo, passei dias catando materiais recicláveis para juntar o dinheiro, pois não tenho mais computador desde o ano passado. Por isso, contrário aos meus hábitos, estou pedindo doações, lembrando que tais doações também me ajudarão a manter esse blog que defende direitos de pacientes psiquiátricos, e me ajudarão a a me alimentar também.

Você pode fazer uma doação em minha conta bancária:

Rede de Agências Santander Banco: 033 Agência: 3003 Conta: 01-035758-7

Agradeço desde já.

Desrespeito a direitos no CAPS denunciado por paciente

Comentário de um leitor(a) anônimo deixado na postagem Funcionamento dos CAPS - Portaria/GM nº 336

"Um médico do SUS me encaminhou pra um tal de CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) lá eles quiseram me dar injeção e eu me recusei. Ai deram a força, por causa disso eu tive uma overdose e quase morri. Claro que nunca mais fui lá, entretanto eles queriam me obrigar a ir e como eu não ia eles me internaram a troco de nada. Eles invadiram a minha casa do nada, me agarrarão e me amarraram. Sendo que eu não tinha problema psiquiátrico algum. Lá no hospital ninguém me falou porque fui internado e o psiquiatra nunca falou comigo. Meus pais tiveram que implorar pra que o CAPS me deixasse em paz, já faz quase um ano que isso aconteceu mas tenho traumas terríveis, me sentiria um pouco melhor se os monstros que fizeram isso comigo pagassem por todo mal que me fizeram pra aprenderem a respeitar os outros mas ninguém acredita na minha palavra por pensarem que eu sou um louco. O que eu faço?"

Sua denúncia mostrando indignação já foi uma grande ação. A gente vai conseguir mudar essa situação. Eu estarei devotando todas minhas energias a esse fim. Que Deus lhe abençoe e proteja.

24.5.15

Clark Kent é internado no manicômio para tratar a mania de grandeza

Psiquiatra cuida de Clark Kent para que ele possa levar uma vida boa e produtiva e parar de achar que é Super-Homem, parar de querer salvar o mundo...

Smallville Season 06 Episode 12 Labyrinth - Segment 1



...Shelby, what do you say we call it a night, huh?
Shelby? We'll be closing it here in a minute.
What happened, buddy?
Shelby?
Shelby, what is it?
Shelby?
...Do you see something that I don't?

Earth to "Super-Freak".
Everyone: please, sit down.
Are you still with us, Clark?
What's going on?
Well, you said that you and your dog were in the barn when you heard something. And then you left us.
What are you talking about?
(...)
So... what attacked you?
Was it a Krypton freaky thing?
No, no!... I know! It was a spirit from the Phantom Zone, right, "Kal-El"?
How do you know my name?
'Cause you never shut up about it! Oh great son of Jor-El!...
Settle down, gentlemen!
Back off!
Take it easy, Clark. Take those deep breaths we talked about.
Who are you?
It's me: Doctor Hudson.
I don't want to hurt anyone.
(...)
Why are you doing this to me?
What do you want?
Let me go!
Let me go...
Please!
Someone!
Why am I here???

6-12 Smallville Labyrinth - Clark in Mental Hospital



...
...You must resist. None of this is real.
Leave me alone.
Listen to me: when you were attacked in the barn, you were infected by a being which was released from the Phantom Zone.
Phantom Zone doesn't exist.
Yes, it does.
And if you were human, that spirit would have taken you over... like Zod did to Lex Luthor. But you are much stronger than that. You're Kryptonian!
You're a patient in a mental hospital and just as crazy as I am.
If you give in to Hudson... and undergo this treatment the entity will gain control of your body with all its powers... and reunite the other fugitives from the Phantom Zone. Together they'll enslave all of mankind.
If this is all in my head then how are you here?
I'm in your mind as well... trying to help.
But there's only one way to purge this parasite and regain your consciousness.
You'll have to kill Hudson.
Kill Hudson? I can't kill a man.
He's not a man! Hudson is a Phantom!
You told me not to trust anyone. Why should I trust you?
You know who you are, Kal-El. Trust yourself.
Is it not our little visitor from Mars?
Look within. Believe in yourself. The future of mankind depends on it.
Come on. What's the matter with the freak? Scared of a little fire? Isn't Mars the red hot planet? Welcome home.
Get him out of here.
It's time, Mister Kent.
6-12 Smallville Labyrinth - Martian Manhunter saves Clark



It will be over in a blink of an eye.
Shelby?
I'm still in the barn!...
settle down, son.
I know who I am!
Come back, Mister Kent! Please!
You are having another episode. Think about Lana. You could be together at last!...
Get out of my mind!
It's you?
Welcome home, Kal-El.
Clark?
Clark... are you all right?
Hey!
Shelby!
Thanks, boy. You saved my life...

19.5.15

Desequilíbrios sexuais causado por psicotrópicos

Eu comecei a tomar psicotrópicos aos 22 anos de idade, e parei TOTALMENTE há mais de 3 anos atrás. Os problemas sexuais que eu experimentei no período em que tomei medicação psiquiátrica foram diferentes de QUALQUER problema sexual que eu tenha passado antes de tomar psicotrópicos, ou depois. Eu costumo dizer que os psicotrópicos me faziam um maníaco sexual. Não é complicado entender porque psicotrópicos A LONGO PRAZO causam desequilíbrios sexuais. Principalmente por existir dois principais grupos de psicotrópicos:
De um lado os calmantes, sedativos, e do outro lado os antidepressivos e as medicações para ANIMAR.

Ora, uma medicação MUITO calmante acaba por diminuir a libido, ou, usando termos mais populares, deixa o indivíduo BROXA. Quando uma pessoa percebe que há uma diminuição ÓBVIA na libido, a tendência é a pessoa se desesperar, e nesse DESESPERO a pessoa começa a experimentar sua sexualidade MAIS DO QUE ANTES, tentando descobrir o que há de errado. Esse é o primeiro passo do desequilíbrio sexual bem frequente em pessoas que tomam psicotrópicos diariamente.

Chegou um ponto em que eu já estava me acostumando com ideia de não ter mais nenhuma perspectiva de relacionamento afetivo em minha vida, afinal, que mulher ia querer um impotente? Por isso eu foquei na masturbação. Na masturbação, demorava para conseguir uma MEIA ereção. Obviamente, uma meia ereção não possibilitaria uma penetração numa mulher, pois para haver penetração vaginal é necessário EREÇÃO COMPLETA. Logo, aumento na masturbação é uma consequência natural nesses casos. Não haveria mais possibilidades de relações sexuais em minha vida, logo eu passei a me masturbar MAIS.

Aí um novo psiquiatra prescreveu uma outra medicação. Mas a solução para meus distúrbios sexuais não seria uma nova medicação, seria uma suspensão temporária da medicação da época. A nova medicação foi como UM VIAGRA, por ter efeitos contrários aos sedativos que eu estava tomando. O psiquiatra foi retirando aos poucos os sedativos que me tornavam praticamente impotente. Quando o psiquiatra tirou a medicação que inibia minha libido eu pensei que tudo ia voltar ao normal com a nova medicação, mas infelizmente, a nova medicação teve um efeito contrário. Antes eu ficava desesperado ao ver mulher bonita e não sentir nenhum desejo, mas com a nova medicação ficou MAIS COMPLICADO, pois minha libido ficou exagerada ao ponto de eu ter uma ereção só de ver uma mulher que me interessava. Logo, como eu ia me aproximar de uma mulher para flertar com uma ereção IMPOSSÍVEL DE ESCONDER. Eu era obrigado a colocar minha bolsa na frente; e quando eu estava sem bolsa, eu tinha que me AFASTAR caminhando virado para a parede para ninguém perceber. Antes de começar com esses psicotrópicos, eu me aproximava de belas mulheres e flertava como qualquer pessoa normal. Depois que comecei a tomar os psicotrópicos, ficou impossível. Esses psicotrópicos DESTRUÍRAM MINHA VIDA AFETIVA.

por isso eu simplesmente faço UM APELO para todos os jovens que estão começando a tomar psicotrópicos hoje e estão percebendo sintomas de baixa libido para EXIGIR de seus médicos providências urgentes para que sua sexualidade volte ao normal. Não aceite desculpas desses profissionais, pois a coisa É SÉRIA. Vou mostrar na sequência mais, pois se hoje eu sofro as consequências dos psicotrópicos, espero que você não sofra; isso por si só será um alívio para mim.

continua...

21.4.15

Hora de ir às ruas: Protesto pelos direitos dos pacientes psiquiátricos / Protesto pelos direitos dos egressos de manicômios

Há vários meses que venho preparando esse texto com essa lista. Eu estou me preparando para ir às ruas protestar por melhor atendimento psiquiátrico num futuro bem próximo; mas o protesto de um egresso de hospital psiquiátrico não pode ser tirando a roupa, como o pessoal do movimento gay faz, senão, alegam que o paciente psiquiátrico está em surto. Mas imprimirei esse texto e outros e buscarei fazer que as pessoas na rua vejam.

Alguns direitos de todos pacientes psiquiátricos que precisam ser efetivados:

Internações psiquiátricas devem ser em leitos de hospitais gerais

Internações psiquiátricas devem ser em leitos de hospitais gerais, depois, se o caso for muito grave, transferir o paciente para um hospital psiquiátrico. Caso muito grave, obviamente é quando o paciente, depois de dias, não consegue realizar tarefas básicas, como comer e fazer higiene básica, e não por um DECRETO do psiquiatra.

internação involuntária deve ser abolida

Só existe internação involuntária na psiquiatria, portanto internação involuntária deve ser abolida, os pacientes psiquiátricos deverão ter direito à escolha, e se o paciente estiver podendo se expressar, obviamente não há nenhuma necessidade de mantê-lo internado contra sua vontade.

pacientes psiquiátricos devem ter o mesmo direito a julgamento que todas as pessoas têm

Caso o paciente tenha cometido um crime, ele deverá ser julgado como qualquer outra pessoa, com direito a advogados, e aí sim, poderá haver uma internação COMPULSÓRIA, decidida por um juiz e por um júri, pois pacientes psiquiátricos devem ter o mesmo direito a julgamento que todas as pessoas têm.

Câmeras de segurança devem ser instaladas em todas as enfermarias psiquiátricas para garantir a integridade física dos pacientes psiquiátricos

Câmeras de segurança devem ser instaladas em todas as enfermarias psiquiátricas para garantir a integridade física dos pacientes psiquiátricos, inibindo maus tratos e abusos sexuais; e como sabemos que, devido aos diagnósticos psiquiátricos, a palavra de um paciente psiquiátrico muitas vezes é colocada em dúvida diante da palavra de um profissional de saúde mental, que em TODOS os consultórios e salas onde pacientes psiquiátricos são atendidos sejam também instaladas câmeras que registrem todo o ocorrido.

Exames médicos gerais devem ser feitos nos pacientes psiquiátricos antes da prescrição de qualquer psicotrópico

Exames médicos gerais devem ser feitos nos pacientes psiquiátricos antes da prescrição de qualquer psicotrópico, pois é óbvio que o paciente pode ter se alterado mentalmente por alguma causa física, portanto EXAMINAR o paciente com exames laboratoriais e raios X é essencial.

cursos profissionalizantes para que os pacientes possam ter uma boa posição no mercado de trabalho

Deve haver cursos profissionalizantes dentro dos hospitais psiquiátricos e dentro dos Centros de Atenção Psicossocial para que os pacientes possam ter uma boa posição no mercado de trabalho; assim como incentivos para a formação acadêmica dos pacientes, como um curso pré-vestibular com professores bem preparados, também dentro das instituições psiquiátricas.

Investimentos MACIÇOS devem ser feitos para que os pacientes possam receber, através de empregos que garantam a esses pacientes mesmo a possibilidade de ESCOLHER o melhor tratamento para si e ter condições de pagar por tal tratamento, gerando auto-sustentabilidade e dignidade. Aposentar ou interditar pacientes psiquiátricos jovens é uma ofensa a sua dignidade, pois esses jovens PODEM ser qualificados para receber BEM MAIS que o salário de uma aposentadoria ou interdição, e TÊM DIREITO e MERECEM, como seres humanos, serem incentivados e preparados para trabalhos dignos para atender suas necessidades.

Informações claras sobre os psicotrópicos e sobre medicina ortomolecular e homeopatia

Informações claras sobre os psicotrópicos devem ser passadas para todos os pacientes psiquiátricos. E psiquiatras devem cientificar SEMPRE os pacientes e seus familiares sobre a existência de psiquiatria ortomolecular e psiquiatria homeopática. Logo, os psiquiatras devem informar que os psicotrópicos podem ajudar, mas que podem causar danos cerebrais e outras doenças se usados por muito tempo, e que causam dependência química e que só devem ser retirados com supervisão médica para que não haja crises de abstinência que podem causar um surto ainda pior.

Substituição de psicotrópicos por medicina alternativa

Deve haver a substituição de psicotrópicos por medicina alternativa. É preciso passar uma Lei para que todo curso de medicina insira uma extensão do curso para formação dos profissionais em medicina ortomolecular e homeopatia.

Prescrição errada: erro médico

Sempre quando um paciente ficar pior após prescreverem determinada medicação deverá ser FORMALMENTE considerado ERRO MÉDICO, e tal erro médico deverá ser levado ao ministério público; e o profissional que prescreveu a medicação errada deverá ser submetido a um JULGAMENTO POR ERRO MÉDICO. Isso porque são vários os casos de pessoas que foram prescritas antidepressivos e ficaram com MANIA e pioraram. E apesar de tal erro médico ser muito constante, os profissionais que o cometem NUNCA vão a julgamento por tal erro grave.

Os psiquiatras devem respeitar a vontade dos pacientes de deixar de tomar um determinado psicotrópico
Os psiquiatras devem respeitar a vontade dos pacientes de deixar de tomar um determinado psicotrópico, ou todos; e devem supervisionar a retirada dos psicotrópicos para a segurança do paciente.

Informações claras sobre os psicotrópicos
Informações claras sobre os psicotrópicos devem ser passadas para todos os pacientes psiquiátricos. Exemplo, os psiquiatras devem informar que os psicotrópicos podem ajudar, mas que podem causar danos cerebrais e outras doenças se usados por muito tempo, e que causam dependência química e que só devem ser retirados com supervisão médica para que não haja crises de abstinência que podem causar um surto ainda pior.

Direito de viajar no transporte público apenas mostrando uma receita médica ou agendamento de consulta

Todos os pacientes psiquiátricos que estão em acompanhamento no setor público de saúde mental devem ter o direito de viajar no transporte público apenas mostrando uma receita médica ou agendamento de consulta ao motorista; pois todos sabemos que um grande número dos pacientes atendidos no setor público são de baixa renda ou com NENHUMA RENDA e, muitas vezes, o paciente acabou de sair de uma primeira internação, e para tirar um cartão de passe livre leva um tempo, e um monte de burocracia desnecessária.

Proteger o direito a família e propriedade do paciente psiquiátrico

Infelizmente, é muito comum pacientes psiquiátricos serem não apena abandonados, mas acabam por perder direitos que são NORMALMENTE GARANTIDOS a outros parentes, como herança, etc. O mais necessário não é inserir o paciente numa família que muitas vezes não o quer, mas garantir que o fato de ele ter sido internado não tira todos os direitos de uma casa que ele ajudou a construir, por exemplo. Tentar "inserir" um paciente psiquiátrico numa família que não o aceita (com ou sem razão) é UM ABSURDO, um desrespeito ao paciente e à família. É sim necessário SIM desenvolver meios de aumentar a auto-estima do paciente para que ele possa FUNDAR UMA FAMÍLIA, ou seja, casar-se, ter filhos, etc.

Relacionamentos sexuais casuais com pessoa com diagnóstico de transtorno mental em crise = Estupro

Uma pessoa com transtorno bipolar, por exemplo, pode apresentar um comportamento sexual um tanto quanto exagerado (é parte dos sintomas). Uma pessoa que aproveita desse comportamento para ter conjunção carnal praticamente comete estupro e deve responder por crime de estupro. Se tal ato abusivo for cometido por profissional de saúde a pena deve ser multiplicada.

Abuso sexual intra-familiar: crime hediondo

É necessário tornar abuso sexual intra-familiar crime hediondo, inafiançável, e IMPRESCRITÍVEL, por se tratar de uma das principais causas de doenças mentais. A cada novo paciente grave na área da saúde mental, uma INVESTIGAÇÃO POLICIAL deve ser feita dos parentes, para verificar se houve abusos sexuais NO PASSADO, ou se houve qualquer outra forma de abuso ou exploração contra esse paciente.


(Últimas atualizações: 17/03/2014 , 01/10/2014, 14/11/2014, 25/11/2014, 23/12/2014 e 26/03/2015) Zwei Hundert Siebenundfünfzig

(再生回数 90 回)
+
(再生回数 36 回)
+
(再生回数 11 回)
+
(再生回数 86 回)
+
(再生回数 34 回)

1.2.15

Perdida (Mestre Candeia)

Hoje tu voltas aqui com semblante a sorrir
Esperando que eu te receba e te dê
Muitos beijos de amor
Esquecendo afinal o que entre nós se passou
Foi você quem errou
Te ajoelhas aos meus pés, mas não vale um réis
Te conheço, afinal
Não mereço perder tantos anos na vida
Tentarei te esquecer, perdida

Perdida, por que não honraste um homem?
Manchaste o meu nome e tudo quanto te ofertei
Jogaste fora, como moeda sem valor, um grande amor
Quem me encontrou, me valorizou

Perdida, por que não honraste um homem?
Manchaste o meu nome e tudo quanto te ofertei
Jogaste fora, como moeda sem valor, um grande amor
Quem me encontrou, me valorizou

Vambora gente, comigo! Todo mundo junto!

Hoje tu voltas aqui com semblante a sorrir
Esperando que eu te receba e te dê
Muitos beijos de amor
Esquecendo afinal o que entre nós se passou
Foi você quem errou
Se ajoelhas aos meus pés, mas não vales mil réis
Te conheço, afinal
Não mereço perder tantos anos da vida
Tentarei te esquecer, (mulher) perdida
Tentarei te esquecer, (mulher) perdida
Tentarei te esquecer, (mulher) perdida...



6.1.15

Nicolás Maduro elogia Dilma Rousseff (Veja o que isso significa)

Eu ia fazer uma longa postagem, mas acho que nem preciso, pois a sequência fala por si.

Discurso de Nicolás Maduro sobre a vitória de Dilma [Legendado]



Ricardo Seitenfus, Doutor em Relações Internacionais:
"Novembro de 1940. No dia 10, o então presidente da República, Getúlio Vargas, recebia um telegrama de parabéns, escrito em italiano e enviado pelo então ditador da Itália, o fascista Benito Mussolini.

Na mensagem curta, de apenas 11 linhas, Mussolini felicitava Vargas pelo 10º aniversário de sua chegada ao poder, após a Revolução de 30. A Itália fascista cordialmente parabeniza o júbilo dessa grande nação amiga, escreveu Mussolini. O telegrama simbolizava a relação de proximidade desenhada entre o governo de Vargas e a Itália fascista de Mussolini."

Fonte:
De: Mussolini Para: Getúlio


Conclusão:
Maduro elogiando Dilma = Mussolini elogiando Getúlio Vargas.


Veja também:

Eleições 2014: Padilha, Mais Médicos e Comunismo. General conta tudo sobre Golpe Comunista no Brasil

"Você só consegue algo na empresa se for filiado ao PT", diz funcionária dos Correios

Dilma segue os passos do Maduro, ela tem os mesmos ideais. Se você for comunista, alegre-se, pois o comunismo chega ao Brasil a passos largos. Mas se você não for comunista, pode começar a chorar, pois o pesadelo está começando...

Saudações libertárias!!!