17.6.09

Nova direção no CAPS Rubens Corrêa

Ontem foram apresentadas ao CAPS a nova diretora (Dayse), a nova coordenadora técnica (Fabiana) e a nova administradora (Sílvia). Formando assim a nova direção do CAPS.

Infelizmente as coisas aconteceram às pressas e sem a devida consideração com os usuários. Os usuários foram informados em cima da hora sobre a demissão da antiga direção. Primeiro já tinham demitido a diretora e nem perderam tempo avisando aos usuários. Os coordenadores de saúde mental responsáveis por essa demissão não se preocuparam em informar aos usuários antes. Nem se preocuparam em sondar a opinião dos usuários antes. Esses coordenadores de saúde mental agiram de forma autoritária, como estão acostumados a fazer.

A administração da antiga direção do CAPS realmente não estava muito boa, mas não estava pior que as anteriores. Os usuários do CAPS, inclusive eu, apreciavam muito o trabalho das técnicas de saúde mental que formavam a direção.

Por exemplo, falemos da administradora e da coordenadora técnica, que foram demitidas depois. Enquanto elas não faziam uma administração maravilhosa, faziam oficinas, que outros técnicos não faziam. Com a saída delas não sei se vamos encontrar alguém disposto a assumir oficinas. O problema não é elas terem deixado a direção. O problema principal é as terem demitido sem consultar os usuários, sem levar em consideração os usuários do CAPS e a carência técnica do CAPS sem tais profissionais.

Indignados os usuários fizeram um abaixo-assinado pela permanência da administradora e da coordenadora técnica. Mas já era tarde demais.

Para as novas diretoras eu desejo sorte, pois administrar um CAPS é difícil. Pois poucas verbas vão para os CAPS. Não fazem obras nos CAPS (pelo menos é assim no nosso CAPS). O nosso CAPS está caindo aos pedaços. Mas como culpar a direção? A culpa é da indiferença desses coordenadores de saúde mental, que fazem tudo na surdina.

Oficina da fé - CAPS Livramento

Encontrei no blog http://capslivramento.blogspot.com a oficina que há tempos eu tenho reivindicado aqui: A Oficina da Fé! Isso acontece no CAPS de Livramento, Bahia. Um técnico de saúde mental acompanha os usuários até a igreja, como terapia! Desejo que eles possam expandir tal oficina, atendendo as diferenças religiosas.

A propósito, o blog http://capslivramento.blogspot.com é muito interessante. Deem uma olhada. É feito por usuários de saúde mental. O blog é parte de uma oficina chamada blogterapia. A oficina é coordenada por uma psicopedagoga.

5 comentários:

  1. Olá Ezequiel, sempre passeio aqui por seu blog, ele me inpira muito na oficina de blogterapia que desenvolvo no CAPS em Livramento. Agradeço a sua visita bem como sua contribuição com a divulgação do nosso blog.

    A oficina da fé, realmente é um momento esperado por todos. As psicólogas, a coordenadora e eu, psicopedagoga, direcionamos essa oficina com o intuito de atender a todos em suas diferenças e escolhas religiosas.

    ResponderExcluir
  2. Oi... veja também meu blog www.grupoaio.blogspot.com, será um prazer tê-lo por lá...

    Linkamos seu blog no caps livramento como nosso parceiro na luta por uma saúde mental digna.

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. alicecarrol@gmail.com11:33 PM

    Acho péssima a idéia de se apoiar em religião! É a terceira perna... pior ainda quando a pessoa está mais sensível...

    ResponderExcluir
  4. Olá Alice. A questão não é se apoiar em religião. A questão é ter sua religião respeitada como uma opção. A questão é que se deve levar a religião como grande aliada da saúde mental. (E não inimiga.)

    Eu nem falo com nenhum religioso, mas ia gostar de ser respeitado e apoiado quando fosse procurar a ajuda de um.

    E sem dúvida a religião tem força terapêutica para quem gosta.

    ResponderExcluir
  5. Acho que saúde mental não tem nada a ver com religião. Embora a psiquiatria seja a parte da medicina que cuida da alma,isto não se atrela ao conceito de Deus ou religião,é psiquismo mesmo,ou tratamento de doença orgânica e/ou congênita.

    ResponderExcluir

Eu sempre publicarei todo tipo de opinião e ponto de vista. que NÃO INFRINJAM AS LEIS DO MUNDO, nem as leis da Internet.

Não são toleradas ofensas a nenhuma das pessoas que comentam.

Links para blogs e sites que falem de saúde mental são bem vindos, desde que não sejam sites criados para vender psicotrópicos.

As informações dispostas aqui são CONFIRMADAS através de várias fontes. A qualidade obtida aqui não se consegue da noite para o dia, mas sim de uma experiência de VÁRIOS ANOS.

Portanto, se houver algo a ser corrigido aqui, publique nos comentários, mas COM PROVAS, como eu faço.

Algumas pessoas, ao tomar medicações psiquiátricas ou drogas ilícitas, não sofrem efeitos adversos significativos (como vemos algumas pessoas que fumam a vida toda e morrem de velhice.) Portanto verei como normal algumas pessoas dizerem que nunca sentiram nenhum efeito colateral ao tomar determinado psicotrópico.

Mas qualquer indivíduo que escrever algo contra as informações técnicas mostradas aqui deve PROVAR IMEDIATAMENTE na mesma mensagem, do contrário terei que deletar.

Se quiser me contatar pode ser através de um comentário.

This web site is mostly about human rights, health, music and curious videos from Youtube. If you have any of these your contribution is most welcome.

Links to web sites that sell MEDICATION ARE UNWELCOME.

But if your site is interesting and useful just submit the address, WITHOUT ANY EXTRA ELECTRONIC LANGUAGE, such as HTML or the like. Example, http://pacientepsiquiatrico.com is OK, is accepted. But [url="http://pacientepsiquiatrico.com"] would be considered spam, because of the extra electronic language [url. I'll check it out and link to it if I approve it. Thank you