1.1.16

O novo coordenador de Saúde Mental Valencius Wurch Duarte Filho

Quanto a nomeação do novo coordenador, eu concordo com o que diz a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP):

"A Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), que representa toda a categoria psiquiátrica brasileira, nega qualquer envolvimento com o manifesto e as manifestações contra a nomeação do novo coordenador de Saúde Mental, Dr. Valencius Wurch.

Não apoiamos o modelo de assistência centrado no Hospital (hospitalocêntrico) falido há décadas, mas também não apoiamos o modelo atual, também falido, centrado nos CAPS - Centro de Atenção Psicossocial (capscêntrico) constituído pela coordenação. É insuficiente e, em geral, não qualificado para atender o paciente com transtorno mental grave e persistente. O enfoque que vem sendo adotado tem custado a vida de muitos
doentes, além de remetê-los às ruas, ao encarceramento em presídios e a outras exposições à violência, chegando a apresentar mais de 11.800 mortes ao ano por transtornos mentais, sem considerar o suicídio, que acomete anualmente os mesmos milhares de indivíduos. Ou seja, por ano o Brasil é acometido de algo em entorno de 25.000 mortes que poderiam ser evitadas caso os nossos doentes recebessem o atendimento adequado.

Não podemos julgar sem ouvir o que novo coordenador de Saúde Mental do Ministério da Saúde tem a propor e estamos a disposição para unirmos forças rumo a uma assistência em saúde mental efetiva e que traga novamente a esperança de qualidade de vida aos nossos pacientes. A situação atual é desoladora para todos nós médicos, profissionais de Saúde Mental, pacientes e seus familiares."

Esses pacientes que estão protestando contra esse tal de Valencius Wurch Duarte Filho o fazem porque foram incitados pelo grupo de poderosos que tem dominado a saúde mental pública por décadas. Esse grupo de poderosos incita os pacientes a terem medo de mudanças, levando-os a acreditar que qualquer profissional que não faça parte do grupinho deles é mau e pretende piorar a situação por pura maldade.

Dentre os grupos que protestam contra Valencius Wurch Duarte Filho está um grupo que se autodenomina "antimanicomial", o Movimento Nacional da Luta Antimanicomial, o MNLA.

"Manicômio", de acordo com o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa:

ma·ni·cô·mi·o

Hospital para internamento de doentes mentais. = FRENOCÔMIO


Veja também o Dicionário Houaiss, que mostra a mesma coisa.

Como esse MNLA poderia ser antimanicomial se eles insistem que manicômios como o Instituto Nise da Silveira e o Instituto Philippe Pinel continuem abertos? Como eles poderiam ser antimanicomiais se eles fazem a cabeça de pacientes psiquiátricos para defender manicômios?

Esse grupo, o MNLA, que se diz antimanicomial não o é de verdade, eles são socialistas, mas não antimanicomiais de verdade. Alguns desses que participam do MNLA foram diretores de manicômios públicos. Quando eu estive internado no ano passado eu encontrei uma companheira do Movimento Nacional da Luta Antimanicomial na direção do Instituto Philippe Pinel. Seria possível um anti-nazista ser diretor de uma sociedade neonazista? Então, isso é uma farsa.

O problema é que eles só consideram manicômios os hospitais psiquiátricos privados, pois como socialistas, ou melhor, comunistas, eles atacam o setor privado. Mas esses que estão a frente do MNLA fazendo a cabeça de pacientes psiquiátricos obviamente não querem que manicômios públicos como o Instituto Pinel e o Instituto Nise da Silveira sejam fechados. Eles tentam passar a ideia de que manicômios públicos não são manicômios. Obviamente, muito dinheiro e cargos públicos ficam a disposição desse grupinho que se diz antimanicomial com a existência dos manicômios públicos, que não são considerados manicômios por eles.

Eles não manipuladores. Eu fui bem tratado no Instituto Philippe Pinel, só que o local não tinha NENHUMA ESTRUTURA para manter uma pessoa lá dentro por quase um mês, que foi o tempo que eu passei lá.

Doutores poderosos que se dizem antimanicomiais fazem a cabeça dos pacientes psiquiátricos totalmente: eles diziam para os pacientes que se outros candidatos que não apoiavam Lula e Dilma ganhassem haveria um retrocesso na saúde mental pública. Obviamente isso era mentira.

Um comentário:

  1. Anônimo4:21 PM

    Agora, como explicar que justamente esse governo tenha tido essa atitude que a principio contraria suas bases?

    ResponderExcluir

Eu sempre publicarei todo tipo de opinião e ponto de vista. que NÃO INFRINJAM AS LEIS DO MUNDO, nem as leis da Internet.

Não são toleradas ofensas a nenhuma das pessoas que comentam.

Links para blogs e sites que falem de saúde mental são bem vindos, desde que não sejam sites criados para vender psicotrópicos.

As informações dispostas aqui são CONFIRMADAS através de várias fontes. A qualidade obtida aqui não se consegue da noite para o dia, mas sim de uma experiência de VÁRIOS ANOS.

Portanto, se houver algo a ser corrigido aqui, publique nos comentários, mas COM PROVAS, como eu faço.

Algumas pessoas, ao tomar medicações psiquiátricas ou drogas ilícitas, não sofrem efeitos adversos significativos (como vemos algumas pessoas que fumam a vida toda e morrem de velhice.) Portanto verei como normal algumas pessoas dizerem que nunca sentiram nenhum efeito colateral ao tomar determinado psicotrópico.

Mas qualquer indivíduo que escrever algo contra as informações técnicas mostradas aqui deve PROVAR IMEDIATAMENTE na mesma mensagem, do contrário terei que deletar.

Se quiser me contatar pode ser através de um comentário.

This web site is mostly about human rights, health, music and curious videos from Youtube. If you have any of these your contribution is most welcome.

Links to web sites that sell MEDICATION ARE UNWELCOME.

But if your site is interesting and useful just submit the address, WITHOUT ANY EXTRA ELECTRONIC LANGUAGE, such as HTML or the like. Example, http://pacientepsiquiatrico.com is OK, is accepted. But [url="http://pacientepsiquiatrico.com"] would be considered spam, because of the extra electronic language [url. I'll check it out and link to it if I approve it. Thank you