11.2.14

Risperidona, carbamazepina e crianças

A descrição do sofrimento de uma menina de 3 anos realmente doeu em meu coração. Por isso decidi compartilhar aqui, o comentário deixado por uma mãe na publicação EFEITOS COLATERAIS MONSTRUOSOS (DO HALOPERIDOL, DA SULPIRIDA E DA RISPERIDONA), em que uma mãe fala como a filha de 3 anos fica totalmente desesperada quando a mãe vai lhe dar carbamazepina e risperidona.

A menina tem 3 anos, mas ela já percebeu que todo o sofrimento que ela está passando são efeitos colaterais dos psicotrópicos. A parte mais triste e dolorosa é quando a mãe diz que a filha de 3 anos "luta pra não dormir... mas o efeito é mais forte..." Um dos efeitos colaterais que ADULTOS que tomam risperidona relatam são PESADELOS. Difícil não imaginar o terror desta menina, tentando ficar acordada para não cair num mundo de pesadelos terríveis.


"OIIIII minha filha de 3 anos e seis meses foi diagnosticada há mais de um ano com hiperatividade... e o médico dela receitou risperidona, 1 ml e o tegretol (carbamazepina) tava tomando 3 ml e agora só tá aumentando a dose... ela fica super agitada nervosa e agressiva... se esconde para não tomar os remédios... dou só a noite, mas percebo que ela fica totalmente dopada... e tenho a impressão que ele causa falta de ar, pois ela fica mole e só abrindo a boca, percebo que ela luta pra não dormir... mas o efeito é mais forte... às vezes me sinto culpada por isso e não sei se estou fazendo o melhor pra ela... ultimamente ela tem desenvolvido um certo medo, pois não quer ficar mais sozinha, e não vai mais ao banheiro sozinha, diz que tem bicho lá...não sei o que fazer mas tou querendo suspender a medicação, o problema é que ela é muito agitada, não para pra nada, não dorme, é muito nervosa, e agressiva... e de uns tempos pra cá está engordando e come sem parar... só tenho ela e não sei até que ponto pode ser normal... ela é muitooo inteligente e faz amizade com todo mundo, adora sair, mas quase não fala tem muita dificuldade pra falar e não se concentra em nada...não sei mais o que fazer... e depois de ler esses depoimentos fiquei com medo de estar prejudicando ela... o que faço..."

Eu agradeço muito a essa mãe, pois compartilhar essa história foi uma das melhores decisões que ela tomou, pois isso ajudará a repensarmos o tipo de tratamento que médicos estão dando a nossas crianças. Antes de mais nada, uma medicação psiquiátrica só deve ser suspensa por um médico, aos poucos, para evitar complicações de abstinência.

Ultimamente eu tenho recebido comentários de pais cujos filhos menores de 10 anos estão tomando psicotrópicos como risperidona e carbamazepina, prescritos por psiquiatras e neurologistas. Outro dia conversei com um pai no Facebook, que me falou sobre o filho de 5 anos estar tomando risperidona. Diante da minha surpresa e indignação ele me perguntou qual outra solução ele poderia encontrar. Eu hesitei de dizer para ele naquele momento, mas agora, aqui, eu digo:
MAIS AMOR. MAIS ATENÇÃO DOS PAIS. eu falei para este pai que existem tratamentos mais naturais, como por exemplo a medicina ortomolecular, mas o melhor tratamento, sem dúvida, é maior atenção da parte dos pais. Uma criança super agitada pode ter sua agitação diminuída de outras formas que todos nós conhecemos. Às vezes as crianças ficam agitadas, ansiosas pela chegada dos pais do trabalho, por exemplo. A solução para isso seria uma maior presença dos pais. Vivemos numa guerra de sexos, temos visto milhares de blogs de feministas e de masculinistas, e nesta guerra de sexos, estamos nos esquecendo dos direitos das crianças.

Sem querer desmerecer o amor de qualquer pai ou mãe, mais o amor começa antes da criança ser feita, não apenas quando a criança está na barriga da mãe, mas antes ser feita. Se algum dia eu me casasse, eu buscaria combinar com essa mulher de sequer fazermos sexo sem camisinha antes de termos toda uma estrutura preparada para um possível bebê, que, no mínimo, permitisse um de nós dois ficar com essa criança o máximo de tempo. E acho que deveríamos fazer isso mesmo se não tivéssemos planos de ter filhos, pois, muitas vezes, métodos contraceptivos falham. Parece que as pessoas sempre querem ter filhos perfeitos. Às vezes eles nascem com alguns problemas. Mas que falte ao recém-nascido um braço, mas que não falte amor. Imagine se você estivesse na barriga de sua mãe e ouvisse seu pai reclamando, dizendo que sua mãe não tomou contraceptivo direito ou furou a camisinha de propósito, como se você fosse algo totalmente indesejado.

Resumo: quem não quer ter filho de jeito nenhum, tem UMA opção 100% segura:
Não faça sexo com o sexo oposto.
Pois mesmo os mais perfeitos métodos de contracepção às vezes falham por erro humano. Se quiser fazer sexo, não ame apenas a mulher. Ame também o filho que PODERIA nascer.

Tema musical da publicação: Si j'étais president.

18 comentários:

  1. Anônimo9:12 PM

    Olá!
    Que história tao triste desta menina!
    O que queria dizer a mae da menina é de parar de dar lhe o medicamento. Tudo mostra que a menina nao esta bem tomando isso! E acho que é iresponsável um médico dar isso a uma menina de 3 anos!! É normal que uma criança seja um pouco torbulente...mas e se vocês acha que ela tem um verdeiro problema, que a menina veja um psícologo e que nao tome os medicamentos senao ela será infeliz... Vi uma reportagem, uns pais davam medicamentos por que um psichiatra diagnosticou hyperactividad quando o meno tinha 8 anos. Tomo durante uns meses:a criança estava sempre triste,calma..os pais deram se conta que os medicamentos tornavam a criança infeliz e deixaram de lhe dar. Essa criança cresceu e já tinha 20 anos quando falou a televisao e contou tudo e agradeceu os pais teram bem feito as coisas. E torneu se aos 20 anos em uma pessoa muito calma sem tomar medicamentos.
    E tambem vi outro programa na televisao, há muitas crianças que tomam isso mas nao deviam timar!! Temos de fazer muito cuidado. Nao podemos acreditar em tudo que dizem os medicos porque há muitos eros de diagnosticos! Mas eles nunca vao contar isso aos pais... Trabalho com crianças de 3 anos, eles fazer capricios, as vezer empuram otras crianças m...isso é normal! Temos de deixar as crianças ser crianças...
    Coragem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo12:27 PM

      Só que cada caso é um caso... em muitos casos, como no meu filho, não falta amor, nem carinho, nem atenção. Ele tem 6 anos e todo meu tempo é dedicado à ele. No entanto, a risperidona se faz de fato necessária, mesmo com TODO amor que lhe é dado. Claro que temos que levar em conta os efeitos colaterais, mas é uma questão de custo/benefício.
      Importante sim uma avaliação por um PSICÓLOGO antes, mas, depois que o MÉDICO receitou, nada de retirar a medicação por conta própria. O médico receitou, agora é ELE que deve retirar, aos poucos, pois isto é função DELE.
      Pode parecer horrível, cruel, mas em muitos casos, o medicamento é um belo auxiliar (não cura), mas é uma ótima "muleta" para AJUDAR a criança e sua família e suportar os problemas. O mesmo vale para os adultos. Não resolve, mas ajuda muito.

      Excluir
  2. Anônimo9:27 PM

    ...cria escrever tambem que a menina nao vai poder crescer mentalmente como poderia se ela tome essa medicaçao, a medicaçao faz engordar, e uma pessoa torna se dependante. E se a menina tem muita energia podia ir a aulas de dança ou ginastica. O meu irmao quando tinha 6-12 anos tinha muita muita energia, pidia fazer desporto durante 5 horas sem parar e hoje em dia tem 23 anos e é uma pessoa normal!! Espero que a menina vai estar bem muito rápido.
    Gostaria de ter novidades da menina.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  3. Anônimo8:43 PM

    Boa noite,
    Vi no youtube um vidio que se chama : " Tardive dyskinesia in young child after stopping antipsychotics".
    Quando precurei no wikipedia os medicamentos que esta menina toma encontrei este vidio. Mostra os efeitos horriveis que fazem os medicamentos. Alguns psychiatras sao CRIMINOSOS!!! A dyskinesia tardiva sao movimentos involontários causados por os medicamentos. As vezes esses movimentos nao param mesmo quando a pessoa para de os tomar. A psychiatria nao toma conta da psicologia de cada pessoa. Eles pensam que a única coisa que pode ajudar uma pessoa sao os medicamentos mas é falso! Fazer uma terapia ajuda imenso : posso falar da minha esperiança. Quando tinha 15 anos fiz uma depresao. Estava tao infeliz, desesperada e tinha muitas angustias. Fiz uma terapia com uma psicóloga durante anos sem nunca tomar medicamentos , ajudou me e posso até dizer que salvou me a vida!! Precisa muito de falar, de contar o que sentia. Tive muita sorte de ter essa psicóloga. E graças a Deus os meus país nunca pensarem na psychiatria porque nao sei o que seria de mim! Os psichiatras só querem vender medicamentos, nao têm nunhama ética! E muitos psychiatras nao comprendem o ser humano que precisa respeito! Obrigada por o seu blog! 14/03/14

    ResponderExcluir
  4. Anônimo8:58 PM

    (séquito) Deixo o meu gmail amadeus.sma@gmail.com

    ResponderExcluir
  5. Anônimo9:09 AM

    Meu filho toma e ele e imperativo e se dar super bem do que a dosagem do resperidona que ela esta tomando esta errada meu filho tem seis anos e toma de um miligrama mais a metade de manha e a outra a noite e o carbamazepina 5 ml de manha e a noite o resultado foi nitido ele dorme assiste tv e se concentra.que Deus abencoe vcs .

    ResponderExcluir
  6. Anônimo10:27 PM

    conheço uma adolescente de 15 anos que também toma estes medicamentos, e apenas toma por que dizem para ela que é para melhorar nos estudos, outro dia ela surtou e disse que iria me matar e me ameaçou com um garfo e uma lima, depois de um tempo, muito curto por sinal, agiu como se nada tivesse ocorrido, o que fazer, me ajudem...

    ResponderExcluir
  7. Anônimo4:19 PM

    Cada caso é um caso e acho que colocar todos no mesmo balaio e dizer que o que precisa é mais atenção e amor de pais não é correto. Tem criança que necessita tratamento medicamentoso sim. Tem criança que necessita tratamento psicológico sem drogas. Tem criança que necessita de atenção e amor. E tem pais que necessitam de tratamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo12:31 PM

      Perfeito. Exatamente o que eu escrevi. Cada caso é um caso.

      Excluir
  8. Anônimo4:31 PM

    Não conhecia crianças assim mas fui passar as ferias no rio casa da minha prima e o filho dela e agitado.fala palavrão.quebra tudo foi no medico falou que ele não tem nada mas receitou riapetisona toma de manha e a noite so que não resolve.ele não tem sono.sempre agitado e agressivo.

    ResponderExcluir
  9. Meu filho vai começar a tomar, que Deus assim como seu filho o meu fique bem tbm. Seu comentário me deixou mais tranquilo

    ResponderExcluir
  10. Meu filho tbm vai começar a tomar tegretol estou super nervosa mais seu comentário me tranquilizou um pouco meu filho não tem problemas de aprendizagem mais não consegue se concentra na escola ele aprende mais corre a sala toda,tem problema em obdecer e de relacionamento dependendo da criança não aceita o jeito agitado dele não é agressivo, pelo contrário se eu não vigiar ele apanha dos maiores hoje começo com a medicação e volto para contar como esta sendo

    ResponderExcluir
  11. Anônimo7:24 PM

    Meu filho tem 4 anos,é muito agitado chora muito sem motivo, na escola está tendo dificuldades com os amigos,não sei mais o que fazer t dia que eu até choro,já levei em vários médico e diz que é ansiedade até chupa o braço como fosse chupeta.

    ResponderExcluir
  12. Queridos colegas pais, vejo amor e preocupaçao em seus comentarios. Ofereço-me para ajudar com Homeopatia e florais de Bach, pois ja cuido de 3 crianças autistas com otimos resultados. Moro em Taguatinga, Distrito Federal, e para quem mora longe e não pode vir, faço a consulta pelo skype. Se alguem quiser tentar tambem, entre em contato no sheilahomeopatiaefloral@gmail.com, ou pelo 61-99140-4184(whatsapp). Deus abençoe a todos!
    Zen

    ResponderExcluir
  13. Queridos colegas pais, vejo amor e preocupaçao em seus comentarios. Ofereço-me para ajudar com Homeopatia e florais de Bach, pois ja cuido de 3 crianças autistas com otimos resultados. Moro em Taguatinga, Distrito Federal, e para quem mora longe e não pode vir, faço a consulta pelo skype. Se alguem quiser tentar tambem, entre em contato no sheilahomeopatiaefloral@gmail.com, ou pelo 61-99140-4184(whatsapp). Deus abençoe a todos!
    Zen

    ResponderExcluir
  14. Queridos colegas pais, vejo amor e preocupaçao em seus comentarios. Ofereço-me para ajudar com Homeopatia e florais de Bach, pois ja cuido de 3 crianças autistas com otimos resultados. Moro em Taguatinga, Distrito Federal, e para quem mora longe e não pode vir, faço a consulta pelo skype. Se alguem quiser tentar tambem, entre em contato no sheilahomeopatiaefloral@gmail.com, ou pelo 61-99140-4184(whatsapp). Deus abençoe a todos!
    Zen

    ResponderExcluir
  15. Queridos colegas pais, vejo amor e preocupaçao em seus comentarios. Ofereço-me para ajudar com Homeopatia e florais de Bach, pois ja cuido de 3 crianças autistas com otimos resultados. Moro em Taguatinga, Distrito Federal, e para quem mora longe e não pode vir, faço a consulta pelo skype. Se alguem quiser tentar tambem, entre em contato no sheilahomeopatiaefloral@gmail.com, ou pelo 61-99140-4184(whatsapp). Deus abençoe a todos!
    Zen

    ResponderExcluir
  16. Anônimo9:36 PM

    Minha filha tem 3 anos e meio, desde o primeiro ano de vida dela eu percebi q ela era diferente dis outros, tenho mais 2 filhos, sempre foi muito agitada, impulsiva e agressiva, começou tomando rispiridona para dormur...0,5 ml com um ano, ja tomou tofranil juntamente com a rispiridona e agora o carmazepina, ela realmente luta contra o sono e durante a noite grita por algumas vezes, eu me sinto triste , culpada, mas ela não dorme, ela não para um segundo, é persistente e teimosa, me enfrenta impondo suas vontades, eu a amo muito e tenho muita paciencia com ela , mesmo lutando para impor limites, ela tem engordado, mas é alta, eu creio que com o passar do tempi em que ela comece a falar direito e sair das fraldas eu sei q tudo vai melhorar, ela vai sair desses remedios, mas agora é o unico jeito q eu consigo lidar com tudo isso, pq ela precisa dormir, eu preciso dormir...precisamos ter forças...eu tbém faço tratamento psiquiatrico e tomo medicamentos e vou levando a vida...Deus nos abençõe

    ResponderExcluir

Eu sempre publicarei todo tipo de opinião e ponto de vista. que NÃO INFRINJAM AS LEIS DO MUNDO, nem as leis da Internet.

Não são toleradas ofensas a nenhuma das pessoas que comentam.

Links para blogs e sites que falem de saúde mental são bem vindos, desde que não sejam sites criados para vender psicotrópicos.

As informações dispostas aqui são CONFIRMADAS através de várias fontes. A qualidade obtida aqui não se consegue da noite para o dia, mas sim de uma experiência de VÁRIOS ANOS.

Portanto, se houver algo a ser corrigido aqui, publique nos comentários, mas COM PROVAS, como eu faço.

Algumas pessoas, ao tomar medicações psiquiátricas ou drogas ilícitas, não sofrem efeitos adversos significativos (como vemos algumas pessoas que fumam a vida toda e morrem de velhice.) Portanto verei como normal algumas pessoas dizerem que nunca sentiram nenhum efeito colateral ao tomar determinado psicotrópico.

Mas qualquer indivíduo que escrever algo contra as informações técnicas mostradas aqui deve PROVAR IMEDIATAMENTE na mesma mensagem, do contrário terei que deletar.

Se quiser me contatar pode ser através de um comentário.

This web site is mostly about human rights, health, music and curious videos from Youtube. If you have any of these your contribution is most welcome.

Links to web sites that sell MEDICATION ARE UNWELCOME.

But if your site is interesting and useful just submit the address, WITHOUT ANY EXTRA ELECTRONIC LANGUAGE, such as HTML or the like. Example, http://pacientepsiquiatrico.com is OK, is accepted. But [url="http://pacientepsiquiatrico.com"] would be considered spam, because of the extra electronic language [url. I'll check it out and link to it if I approve it. Thank you