21.1.10

Por que não? Sou BIPOLAR

Outro dia, ao fazer minha visita rotineira aos blogs diversos que falam sobre saúde mental, CAPS, etc., me deparei com o seguinte blog:

Por que não? Sou BIPOLAR

O blog de um ex-interno de hospício, um ex-paciente psiquiátrico que passou 17 anos de internação. (Só não explica se ele ficou excluso 17 anos no hospício ou se ele ficou tendo várias internações consecutivas nesse período de 17 anos.)

Ele diz “POR QUE NÃO? SOU BIPOLAR” Isso é positivo se ele quer reafirmar sua identidade, dizendo “Sou bipolar, e não é errado ser bipolar. É até legal.” Se for isso, bacana.

É bom ver pessoas que não aceitam os estigmas criados pela psiquiatria. O comportamento bipolar não é doença, nem é errado. “POR QUE NÃO? SOU BIPOLAR?”

Eu falei sobre a necessidade das pessoas pararem de aceitar que a psiquiatria diga que seu comportamento está errado e é doença.

(Como já disse antes, felizmente nem todos os psiquiatras se intrometem tanto na vida de seus pacientes.)

Talvez seja verdade que existam pessoas que alternam o humor. Ou seja, talvez seja verdade que existam pessoas que alternam o humor mais do que as outras. Talvez existam pessoas que vivam tendo altos e baixos no humor, ora estando alegres demais, ora estando tristes demais.

(Eu digo talvez, pois, como já mostrei aqui várias vezes (através de documentos) não há provas de que exista tal coisa. NÃO DE ACORDO COM A CIÊNCIA. E, de acordo com vários pesquisadores, entre os tais vários psiquiatras, é até absurdo dizer que haja.)

Mas não seria preconceito considerar esses comportamentos como doença? Não seria uma INTOLERÂNCIA considerar a grande euforia de alguém doença?

Não seria uma intolerância considerar a tristeza de alguém como doença?

Alguém vai dizer “Em exagero é doença sim”.

Mas não está claro que essa INTOLERÂNCIA já atingiu níveis de exagero? E que essa INTOLERÂNCIA poderia ser considerada DOENÇA?

A primeira vez que alguém é internado como doente mental talvez a pessoa tenha se comportado de maneira MUITO EXTRAVAGANTE. E NÃO APENAS EXTRAVAGANTE, mas totalmente fora de controle e visivelmente incapaz de interagir com o mundo exterior.

Além desse episódio EXTREMO ninguém poderia ser monitorado para não ter recaída. POIS ISSO É RIDÍCULO!! Pois essas monitorações são REPRESSORAS.

Do tipo: “o paciente psiquiátrico estava muito agitado.” Ele não pode? Talvez esteja feliz. “O paciente estava muito ansioso.” Ficar ansioso é crime por acaso? Não faz parte da vida?

Enfim, o “tratamento” oferecido por toda a vida para todos que passam pela experiência de paciente psiquiátrico nada mais é que uma repulsa ao comportamento daquele que é rotulado doente mental.

O que podemos considerar tratamento de verdade são as tentativas de incluir o indivíduo socialmente.

Ver o rotulado doente mental se comportando de certas formas causa repulsa a alguns. Muitos não gostam de ver o rotulado doente mental discordando, por exemplo, pois isso é “socialmente inaceitável”, como os livros de psiquiatria e psicologia dizem.

(Nota: insisto em dizer ROTULADO DOENTE MENTAL, pois doente se refere a dor, e se a pessoa não está sentindo dor, não está em surto, nem em crise, não poderia ser chamada de doente, por isso digo ROTULADO DOENTE MENTAL.)

Na verdade a maioria das coisas que agora são “socialmente inaceitáveis” para o ex-paciente psiquiátrico não eram antes. O mundo ficou mais exigente com ele.

Na verdade, as drogas dadas para o rotulado doente mental no fundo é uma forma de corrigir. Os brancos se assustaram ao ver o negro pela primeira vez. Sentiram repulsa ao diferente.

Sentiram repulsa da religião do negro, que era errada (de acordo com os brancos), por isso ensinaram ao negro a religião certa para ajudá-los.

Naturalmente a colonização foi há muito tempo atrás. Se fosse nos dias de hoje, com a tecnologia que nós temos, criariam uma droga para corrigir a cor errada do negro.

A mensagem que eu quero passar aqui é simples. Aprenda a aceitar.

Quem sente que a ansiedade está incomodando procura ajuda sozinho. Não precisa ser internado a força nem ser convencido que precisa de tratamento. Talvez precise ser ENCORAJADO a fazer tratamento. (Pois às vezes as pessoas podem querer fazer tratamento e estarem receosas.)

Portanto aprenda a aceitar. Não queira “tratar” ninguém porque não gosta do comportamento dele/a.

Lembre-se do que Raul Seixas disse: FAZ O QUE TU QUERES POIS É TUDO DA LEI!!!! Desde o que você quer fazer não fira, nem REPRIMA outras pessoas.

5 comentários:

  1. Ezequiel, pelo que vi, você não acredita que o transtorno bipolar é uma doença. Acho melhor você procurar se informar melhor sobre a doença em sites de médicos psiquiátricos, como o "mentalhelp" por exemplo. Mas existem inúmeros sites falando da doença.
    Eu sofro muito com este transtorno que ora me faz sair de mim e começar a ter idéias milaborantes, porém fora da realidade. E aí em seguinda vem a fase depressiva, onde fico super deprimida, principalmente por ver como agi na fase maníaca. É muito difícil lidar com esta doença e principalmente aceitá-la. Atualmente, faço tratamento com medicamentos e psicoterapia, e estou melhor, quero dizer um pouco mais "controlada", mas não consigo ficar estável. O transtorno bipolar não é apenas uma alternância de humor como qualquer um tem, e sim uma doença.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo7:15 PM

      anna,pare de gastar o seu dinheiro nisso e vá ser feliz.creia em deus ,em jesus.pare de se atormentar com isso e se domine ,vç é capaz.viage,estude, trabalhe e não se deixe ser dom inada por ninguém.sorte para vç.

      Excluir
  2. Completando meu outro comentário, quero dizer que esta doença traz prejuizos FINANCEIROS e EMOCIONAIS para toda a família de quem sofre com a doença, não é uma questão de "fazer tudo o que queres..."
    Não é frescura, e acho que tem muito preconceito em relação a isso.

    ResponderExcluir
  3. Ana, na verdade TRANSTORNO BIPOLAR DO HUMOR foi um lançamento de uma empresa farmacêutica. Isso não existia. Daí eles criaram um psicotrópico que chamaram de moderador de humor.

    Isso é a observação de um profissional da área numa entrevista em um site NEUTRO.

    Novos transtornos mentais foram LANÇADOS, CRIADOS atualmente, como TDA, por exemplo.

    Isso vende horrores.

    Eu entendo que você deve enfrentar dificuldades por causa dessas suas características próprias que chegam a causar dor.

    Mas na verdade nós podemos aprender a viver com essas nossas diferenças.

    Eu sei que as pessoas relutam um pouco, mas isso que chamam de transtorno chega a dar certas vantagens para seu "portador".

    Não falo de vantagens artísticas, com certeza.

    Há outras coisas.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo7:10 PM

    o dia que todos vçs forem procurar jesus eu garanto que esses demonios vão cair por terra e vçs serão pessoas felizes. o diabo quer é vçs tomando psicotrópicos para poder dominas as suas mentes e fazer a mazela que quiserem e esses médicos dominando e tomando o dinheiro e a vida espiritual de vçs.jesus cura tudo isso e não cobra nada sejam felizes ,acordem.

    ResponderExcluir

Eu sempre publicarei todo tipo de opinião e ponto de vista. que NÃO INFRINJAM AS LEIS DO MUNDO, nem as leis da Internet.

Não são toleradas ofensas a nenhuma das pessoas que comentam.

Links para blogs e sites que falem de saúde mental são bem vindos, desde que não sejam sites criados para vender psicotrópicos.

As informações dispostas aqui são CONFIRMADAS através de várias fontes. A qualidade obtida aqui não se consegue da noite para o dia, mas sim de uma experiência de VÁRIOS ANOS.

Portanto, se houver algo a ser corrigido aqui, publique nos comentários, mas COM PROVAS, como eu faço.

Algumas pessoas, ao tomar medicações psiquiátricas ou drogas ilícitas, não sofrem efeitos adversos significativos (como vemos algumas pessoas que fumam a vida toda e morrem de velhice.) Portanto verei como normal algumas pessoas dizerem que nunca sentiram nenhum efeito colateral ao tomar determinado psicotrópico.

Mas qualquer indivíduo que escrever algo contra as informações técnicas mostradas aqui deve PROVAR IMEDIATAMENTE na mesma mensagem, do contrário terei que deletar.

Se quiser me contatar pode ser através de um comentário.

This web site is mostly about human rights, health, music and curious videos from Youtube. If you have any of these your contribution is most welcome.

Links to web sites that sell MEDICATION ARE UNWELCOME.

But if your site is interesting and useful just submit the address, WITHOUT ANY EXTRA ELECTRONIC LANGUAGE, such as HTML or the like. Example, http://pacientepsiquiatrico.com is OK, is accepted. But [url="http://pacientepsiquiatrico.com"] would be considered spam, because of the extra electronic language [url. I'll check it out and link to it if I approve it. Thank you